Escolha uma Página

Antes de aprofundar sobre a precificação de commodities, vamos primeiro a definir quem se enquadra nesse segmento. 

Quem possui mercado, casa de cereais, indústria, venda de aço, ferro e afins, construção civil, Hortifrúti, enfim tudo que em tese quem dita o preço é a lei da demanda, e que você não tem como colocar “valor agregado” em cima para aumentar seu lucro. 

Tudo isso é a commodities, em regra o cliente não aceita pagar mais caro sobre o que está comprando, só pela experiência que estão sentindo, sendo assim o lucro é limitado. 

Então como realizar a precificação e ter lucro? 

Se sua empresa está nesse ramo, esqueça tudo o que já fale sobre precificar, e foque em realmente custo do produto, sua precificação vai ser puramente o lucro sobre o custo do produto, sem levar em consideração as despesas operacionais embutida. 

E o seu lucro vai ser de acordo com a média de preço do mercado, afinal se você subir demais o cliente migra pra concorrência, já que seu produto não é vendido pela experiência que proporciona. 

Mas se o custo administrativo não está incluso no preço, como vou conseguir ter lucro? 

A chave do seu lucro vai ser a estratégia financeira focada no ponto de equilíbrio, e metas de vendas, pois todo mês você vai precisar atingir essa quantidade de vendas. O problema que ponto de equilíbrio nesse ramo geralmente é alto. 

Então para você conseguir maximizar seu lucro suas despesas precisam passar em um pente fino, pois quanto menor sua despesa operacional mais fácil vai ser de você identificar o seu lucro. 

Invista em mapeamento financeiro, análise financeira, estratégia de vendas, e análise de processos para redução de custo. 

São o conjunto desses que irão fazer sua empresa ter longevidade,